Domingo, 14 de Julho de 2024 20:02
95 98113 6002
Internacional EMPREGO NO CANADÁ

Canadá busca 15 mil estrangeiros para trabalhar como cuidadores

Para trabalhar no setor de cuidados domiciliários do Canadá é preciso atender a alguns critérios; veja quais são

08/07/2024 06h46
Por: Ribamar Rocha Fonte: Isabella Marzolla colaboração para a CNN
Até o fim de abril de 2024, quase 5.700 cuidadores e seus familiares conseguiram o status de residentes permanentes - Imagem Pixabay
Até o fim de abril de 2024, quase 5.700 cuidadores e seus familiares conseguiram o status de residentes permanentes - Imagem Pixabay

O governo canadense anunciou neste sábado (29) programa para apoiar estrangeiros que trabalham cuidando de idosos e crianças no país. A iniciativa prevê a possibilidade de visto para residência permanente, caso o imigrante cumpra com requisitos determinados pelo Departamento de Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá (IRCC, na sigla em inglês).

Por meio de comunicado oficial, o IRCC publicou que os novos programas piloto devem proporcionar aos profissionais residência permanente na chegada ao Canadá, o que, segundo o órgão, deve facilitar a procura por trabalho adequado com empregadores confiáveis.

A iniciativa surge com o fim dos programas “Piloto de Provedores de Cuidado Infantil em Casa” e “Piloto de Trabalhadores de Apoio Domiciliar”, que se encerram no domingo (30).

A porta de entrada de muitos desses trabalhadores no país eram os programas.

Até o fim de abril de 2024, quase 5.700 cuidadores e seus familiares conseguiram o status de residentes permanentes desde o lançamento dos programas anteriores em 2019.

Além disso, o governo possui um “Plano de Níveis de Imigração 2024-2026” que apresenta como meta admitir como cidadãos canadenses cerca de 15 mil cuidadores durante os próximos dois anos.

Para o IRCC, a medida é uma das soluções para bater essa meta e incentivar mão de obra estrangeira que cuida de idosos e crianças a migrar para o Canadá.

De acordo com informações recolhidas pelo IRCC, em junho de 2014 o Programa de Cuidadores Internos contabilizava 60.000 trabalhadores, dos quais hoje em dia restam menos de 1%.

Segundo o governo, com o novo programa os profissionais da categoria vão poder trabalhar para organizações que prestam cuidados temporários ou em tempo parcial a pessoas semi-independentes ou em recuperação de lesões ou doenças.

“À medida que trabalhamos para implementar um programa de cuidadores permanentes, estes dois novos pilotos não só melhorarão o apoio aos cuidadores, mas também proporcionarão às famílias os cuidados de qualidade que merecem”, afirmou o Ministro da Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá, Marc Miller, em nota oficial.

O Canadá pontuou no comunicado que a criação e aprimoramento dos programas voltados para essa classe de trabalhadores tem como fim “satisfazer as crescentes necessidades de cuidados domiciliários da sua população diversificada.”

Para trabalhar no setor de cuidados domiciliários do Canadá é preciso atender aos seguintes critérios:

Alcançar um nível mínimo de 4 conforme os Canadian Language Benchmarks (CLB), escala de proficiência linguística;

Ter o equivalente a um diploma de ensino médio canadense;

Possuir experiência de trabalho recente e relevante;

Receber uma oferta para um trabalho de atendimento domiciliar em tempo integral.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias