Domingo, 14 de Julho de 2024 19:05
95 98113 6002
Política ABRINDO TORNEIRAS

Governo Lula libera R$ 9 bi em emendas em uma semana; total no ano soma quase R$ 30 bi

Sexta-feira (5) foi a data final permitida pela legislação eleitoral para o repasse antes do pleito de outubro. Pagamento foi acelerado nos últimos dias

08/07/2024 07h26
Por: Ribamar Rocha Fonte: CNN
Vista geral do Congresso Nacional e Palácio do Planalto - 26/12/2023REUTERS/Ueslei Marcelino
Vista geral do Congresso Nacional e Palácio do Planalto - 26/12/2023REUTERS/Ueslei Marcelino

O Governo Lula cumpriu liberou cerca de R$ 9 bilhões em emendas parlamentares na última semana. Com isso, o valor quitado em 2024 chega a quase R$ 30 bilhões.

O pagamento foi acelerado nos últimos dias porque a sexta-feira (5) era a data final permitida pela legislação eleitoral para o repasse antes do pleito de outubro.

Lá atrás, o governo tinha firmado um acordo com deputados e senadores para pagar, ainda no primeiro semestre, cerca de 60% das emendas parlamentares previstas para o ano. Como mostrou a CNN, na semana passada, o Planalto foi cobrado e avisou que cumpriria a promessa.

Segundo o Siga Brasil — sistema de informações sobre orçamento federal –, exatos R$ 29,4 bilhões foram pagos em 2024 ao Congresso. O valor, no entanto, ainda de subir, visto que algumas emendas não foram atualizadas no sistema.

O valor representa cerca de R$ 22 bilhões das emendas do Orçamento deste ano e ainda restos pagar empenhados nos anos anteriores. O montante já e considerado um recorde em emendas quitadas em um primeiro semestre.

Os pagamentos animaram parlamentares, especialmente os engajados na candidatura de aliados à prefeituras de suas bases eleitorais.

A quitação também acontece em um momento delicado para o Planalto. Na Câmara dos Deputados, a promessa é de que o projeto de regulamentação da reforma tributária seja aprovada ainda nesta semana. A pauta é considerada prioritária para o governo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias