Quinta, 28 de Outubro de 2021 00:42
95 98113 6002
Roraima INCONSTITUCIONAL

Resolução da Junta Comercial é revogada após OAB Roraima se manifestar pela inconstitucionalidade

A Resolução tornava obrigatório aos usuários da Junta Comercial que “a alteração contratual a ser apresentada a registro deveria conter obrigatoriamente a descrição exata dos bens imóveis incorporados ao capital da empresa, conforme alterações anteriores deferida e arquivadas na JUCERR, quando este estivesse consolidado”.

13/10/2021 14h53
Por: Ribamar Rocha Fonte: Ascom OAB/RR
Foto Divulgação - Dr. Hérick Feijó é presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB Roraima
Foto Divulgação - Dr. Hérick Feijó é presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB Roraima

A Resolução nº 02/2021 da Junta Comercial foi revogada após atuação da Ordem dos Advogados – Seccional Roraima por meio da Comissão de Estudos Constitucionais, que manifestou pela inconstitucionalidade e ilegalidade do ato.

 

A Resolução tornava obrigatório aos usuários da Junta Comercial que “a alteração contratual a ser apresentada a registro deveria conter obrigatoriamente a descrição exata dos bens imóveis incorporados ao capital da empresa, conforme alterações anteriores deferida e arquivadas na JUCERR, quando este estivesse consolidado”.

 

Dessa forma, o empresário que requeresse a alteração contratual deveria descrever todos os bens da sociedade empresária, os que seriam integralizados e os que já o foram preteritamente.

 

O presidente da Comissão de Estudos Constitucionais, Herick Feijó, explicou que estava evidente que a Junta Comercial do Estado de Roraima tinha extrapolado os limites de suas competências. “O Código Civil e Legislações Específicas Comerciais possuem caráter nacional, cabendo à União, conforme a Constituição Federal de 1988 e a Legislação Nacional, normatizar a matéria”, disse.

 

Conforme o Parecer, qualquer ato de cunho normativo praticado pela JUCERR que extrapole os limites delineados pela lei em sentido formal estará eivado de flagrante ilegalidade e, em alguns casos, de afronta direta à Lei Fundamental de 1988.

 

Em sessão deliberativa e após relatório da Comissão criada pela JUCERR, com o conhecimento do parecer da OAB Roraima, o Plenário, por unanimidade, resolveu revogar a Resolução nº 02/2021, em vigor desde o dia 23 de setembro.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Boa Vista - RR
Atualizado às 01h34 - Fonte: Climatempo
26°
Nuvens esparsas

Mín. 23° Máx. 31°

28° Sensação
9 km/h Vento
79% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sábado (30/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias