Sexta, 27 de Maio de 2022 01:55
95 98113 6002
Saúde MELHORANDO A SAÚDE

Governo de Roraima volta a realizar cirurgias de otorrino após 6 anos

Esse tipo de procedimento estava parado há aproximadamente 6 anos e a meta agora é zerar a fila de espera de pacientes que aguardam pela especialidade.

15/05/2022 07h51
Por: Ribamar Rocha Fonte: Joselinda Lotas - Secom Roraima
FOTOGRAFIA: Ascom Sesau
FOTOGRAFIA: Ascom Sesau

O Governo de Roraima, por meio da Secretaria de Saúde, retomou neste sábado, 14, a realização de cirurgias eletivas de otorrinolaringologia. Esse tipo de procedimento estava parado há aproximadamente 6 anos e a meta agora é zerar a fila de espera de pacientes que aguardam pela especialidade.

Hoje, quatro pacientes foram atendidos, sendo divididos nos horários da manhã e tarde. A meta da unidade é realizar oito cirurgias por dia, atendendo pacientes previamente avaliados e que tiveram o procedimento agendado.

“O nosso governador não mede esforços para acabar com a fila de cirurgia eletiva no Estado, e para a gestão é muito positivo ver na prática os primeiros resultados positivos do empenho de toda uma equipe compromissada com a população. Com a inauguração do novo HGR [Hospital Geral de Roraima], contratação de mais médicos, compra de insumos e equipamentos, iremos promover uma verdadeira revolução na saúde do nosso Estado”, pontuou a secretária de Saúde, Cecília Lorenzon.

Coordenador da especialidade no HGR, Dr. Antenor Rodrigues destaca que, para esta ação, estão envolvidos quatro médicos na área, além da equipe de profissionais dos setores clínico e administrativo que atuam na unidade hospitalar.

“Retomamos as cirurgias de otorrinolaringologia após o seletivo, pois ingressaram quatro novos médicos da área. E nós estamos organizando as cirurgias, e, junto com a equipe do hospital, fizemos o resgate de toda a lista de espera e estamos chamando os pacientes para realizar os procedimentos”, afirmou Rodrigues.

O médico declarou ainda que será realizado um mutirão para zerar a fila de espera, ainda este mês.

“Estamos organizando mutirões, em média oito pacientes por dia. A nossa ideia é otimizar o máximo possível o atendimento e assim zerar essa fila de espera”, salientou.

Para a funcionária pública Dolores Melo, de 36 anos, irmã de uma das pacientes que aguardava há quase três anos pelo procedimento, a sensação é de alegria.

“Ela já aguardava por essa cirurgia há cerca de dois anos e oito meses, e foi um alívio pra nós, enfim essa espera acabou. Foi relativamente rápido a partir do momento em que fez os exames para avaliação do risco cirúrgico. Graças a Deus, estamos todos bem aliviados”, finalizou Dolores.

 

Governo reforça a saúde com contratação de mais de 5 mil profissionais

 

Ao longo do ano, o Governo do Estado contratou cerca de 5 mil profissionais, ou seja, mais de 90% de todos os candidatos aprovados nos processos seletivos foram chamados e estão atuando nas unidades da rede estadual de saúde e também na ampliação das cirurgias eletivas.

Para a realização das cirurgias eletivas, médicos de diversas especialidades foram contratados, logo no primeiro mês do ano, entre eles: especialista em cirurgia de cabeça e pescoço, especialista em cirurgia geral, especialista em cirurgia plástica, especialista em cirurgia torácica, especialista em cirurgia vascular, especialista em clínica médica e otorrinolaringologista.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Boa Vista - RR
Atualizado às 02h37 - Fonte: Climatempo
23°
Chuva fraca

Mín. 23° Máx. 31°

23° Sensação
6 km/h Vento
89% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (28/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Domingo (29/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 31°

Sol com muitas nuvens e chuva
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias