Quinta, 13 de Junho de 2024 15:55
95 98113 6002
Geral Pará

Usina da Paz Antônia Corrêa, em Marituba, promove evento contra abuso sexual infantil

Programação envolveu gestores e professores de escolas do município de Marituba e apresentou o projeto 'Minha Escola, Meu Refúgio'

26/05/2023 15h50
Por: Ribamar Rocha Fonte: Secom Pará
Crédito: Lucas Sousa - Nucom Seac
Crédito: Lucas Sousa - Nucom Seac

Nesta sexta-feira, dia 26, a Usina da Paz Antônia Corrêa, promoveu um evento pelo Dia Nacional de Combate e Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, numa parceria entre a Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac) e a campanha Faça Bonito.

A iniciativa teve o intuito de mostrar o projeto 'Minha Escola, Meu Refúgio' para os gestores e professores de várias escolas do município de Marituba.

Patrícia Abdon, diretora da UsiPaz Antônia Corrêa, enfatizou a relevância de conscientizar os profissionais da educação sobre como reagir a esse tipo de situação. "O nosso foco hoje são os gestores das escolas, muitas vezes eles recebem crianças vítimas desse crime e não sabem como lidar, para quem encaminhar ou o que fazer, por isso abrimos o evento dar apoio aos profissionais da rede estudantil", afirmou.

A ação começou apresentando sua metodologia, que funciona através de palestras, mesas redondas, rodas de conversas e atividades lúdicas voltadas à prevenção e ao combate à violência sexual infanto-juvenil, com compartilhamento de materiais que auxiliem na identificação da mudança de comportamento em alunos.

A programação contou com uma palestra sobre a atuação policial no enfrentamento de crimes contra criança e adolescente, com o Delegado Alenson Lameira. "Viemos esclarecer para os servidores da rede municipal a importância da proteção das crianças e adolescentes no combate da violência sexual em áreas tão vulneráveis" explicou.

Segundo a 1a Vara de Crimes Contra Crianças e Adolescentes do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, cerca de 87% dos casos ocorrem dentro da família ou conhecidos. Uma em seis crianças é abusada sexualmente, mas somente 10% dos casos vão para o tribunal.

Uma das participantes, a vice-gestora da Escola Municipal de Marituba Inácio da Cunha, Samira Dutra, disse que a ação de hoje "serviu para acrescentar mais na realidade do município, já que foram apresentados números alarmantes para nós. Então a partir de agora vamos ficar mais alertas, eu como orientadora, já levei muitos casos para o Conselho Tutelar, pois ouvimos relatos de jovens que enxergam em nós algo que eles não possuem em casa", declarou

O evento contou com o apoio do Ministério Público do Estado do Pará, o Tribunal de Justiça do Estado, a Polícia Civil, a Fundação Pará Paz e da Prefeitura de Marituba. Para mais informações em casos de denuncia, disque 181, ou entre em contato com a 1a Vara de Crimes contra Crianças e Adolescentes em Belém: (91) 3205-2290.

Texto de Lucas Sousa sob supervisão da Dani Franco (Nucom Seac)

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias